quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Filmes que você não pode deixar de ver! 17. A Menina no País das Maravilhas

17. A Menina no País das Maravilhas - Phoebe in Wonderland, 2008, USA
Direção e Roteiro: Daniel Barnz. Elenco: Elle Fanning (Phoebe Lichten), Felicity Huffman (Hillary Lichten), Bill Pullman (Peter Lichten), Patricia Clarkson (Miss Dodger), Campbell Scott (Diretor Davis), Ian Colletti (Jamie).

O filme conta a história de Phoebe, uma menina de 9 anos (Elle Fanning, irmã mais nova da Dakota) que, aparentemente, tem transtorno obsessivo-compulsivo. Os sintomas estão em lavar as mãos até que sangrem, não pisar nas linhas do chão e falar o que vem a cabeça, sem pensar. Um fantástico filme que retrata as dificuldades de uma menina para descobrir e entender o que se passa de errado consigo. Phoebe tem compulsões e muita ansiedade. É rejeitada pelos colegas de classe por causa de seus comportamentos estranhos e se isola em fantasias. Seu maior desejo é participar da peça teatral da escola, Alice no País das Maravilhas, seu conto preferido. Com o stress e as dificuldades de controle de Phoebe aumentando, os pais tentam ajudá-la, sem muito entender o que está se passando.
Tudo isso acontece no mesmo momento em que a mãe de Phoebe trabalha em sua dissertação que, não por acaso, é sobre o famoso livro de Lewis Carroll.



A obra “Alice no País das Maravilhas”, já rendeu muitas adaptações para cinema e TV. Por sinal, a estréia da versão de Tim Burton ocorreu em março passado. Porém, obras nas quais Alice não é a personagem principal existem. E é o caso de “A Menina no País das Maravilhas”.

Alice tem um papel importante na vida de Phoebe, e quando a professora de teatro (Patricia Clarkson, excelente no papel) decide fazer uma montagem teatral de Alice, a menina resolve fazer um teste para o papel principal, conquistando-o. No palco, os sintomas da doença de Phoebe desaparecem, e ela se mostra uma ótima atriz.
No entanto, o seu comportamento fora do palco não é dos melhores, e depois de alguns incidentes, o diretor da escola resolve tirar Phoebe da peça. O que só piora a situação. A mãe dela fala com o diretor e a professora e consegue que ela volte ao papel de Alice, mas outro incidente faz com que a professora seja demitida. Phoebe toma o controle da peça e encoraja os coleguinhas a seguirem ensaiando.
O filme acaba com a descoberta da real doença de Phoebe, chamada Síndrome de Tourette. A peça é encenada com sucesso e a menina aparece explicando para a turma sobre sua doença, que não tem cura, e pedindo que todos compreendam o seu comportamento, Phoebe fala nomes feios e maltrata verbalmente as pessoas, dentre outras estereotipias e manias.

O filme, dirigido por Daniel Barnz e com Bill Pullman no elenco foi apresentado na competição dramática do festival de Sundance, em 2008. É uma história engraçada e emocionante, com cenas de fantasia, com vários personagens de Alice. Ótimas atuações de todo o elenco, com destaque para a pequena Elle Fanning que, como a irmã mais velha, já se prova uma talentosa atriz, e para Patricia Clarkson, que está memorável no papel da professora de teatro. Vale muito a pena entrar no país de maravilhas de Phoebe. 

Síndrome de Tourette:  
 
A síndrome de Tourette ou síndrome de la Tourette, também referida como SGT ou ST, é uma desordem neurológica ou neuroquímica cacterizada por  tiques, reações rápidas, movimentos repentinos (espasmos) ou vocalizações que ocorrem repetidamente da mesma maneira. Esses tiques motores e vocais mudam constantemente de intensidade e não existem duas pessoas no mundo que apresentem os mesmos sintomas. A maioria das pessoas afectadas são do sexo masculino.
A doença foi descrita pela primeira vez em  1825, pelo médico francês Jean Itard. Mais tarde, em 1885, Gilles de La Tourette publicou um relato de nove casos da doença, que denominou maladie des tics convulsifs avec coprolalie ("doença dos tiques convulsivos com coprolalia”). Posteriormente a doença foi renomeada "doença de Gilles de la Tourette", por Charcot, o influente diretor da Salpêtrière. (Fonte Wikipedia)

Veja o trailer abaixo:
         

3 comentários:

  1. Muito boa a dica do filme!!! Com certeza assistirei!!!
    Abçs

    ResponderExcluir
  2. Valeu a dica do filme, gostei muito e com certeza vou assistir!!!

    Abçs

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário:

REVISTA AUTISMO - EDIÇÃO NÚMERO 0

REVISTA AUTISMO - EDIÇÃO NÚMERO 0
Pais brasileiros criam a primeira revista de autismo na América Latina, com 100% de voluntariado.

REVISTA AUTISMO - EDIÇÃO NÚMERO 1

AGENDA PÚBLICA - REVISTA AUTISMO

VISITE O BLOG DO ARTEAUTISMO E ...

VISITE O BLOG DO ARTEAUTISMO E ...
... CONHEÇA FILIPE, O ARTISTA QUE PINTOU ESSE QUADRO.

Campanhas

Campanhas
Manifesto Ser Diferente é Normal!

UNIQUE TYPES É UM MOVIMENTO CONTRA O PRECONCEITO

UNIQUE TYPES É UM MOVIMENTO CONTRA O PRECONCEITO
Usando as fontes você apoia a causa da AACD, mostrando que os os deficientes físicos podem fazer praticamente tudo que as pessoas sem deficiência podem.

Campanha 2010, tome uma atitude!

VERDE VIDA - Divulgue essa idéia!

VERDE VIDA - Divulgue essa idéia!
Visite o Blog

Campanha Pegada Ecológica - Calcule a sua!

Que marcas você quer deixar no planeta? Calcule sua Pegada Ecológica.

AMPUTADOS VENCEDORES - PARCEIRO

Amputados Vencedores

BLOG DA AUDIODESCRIÇÃO

BLOG DA AUDIODESCRIÇÃO
CONHEÇA, DIVULGUE!